Raramente o Canadá é notícia no Brasil. É comum os jornais falarem dos EUA e dos grandes países da Europa mas dificilmente os brasileiros recebem notícias do Canadá. Todo mundo sabe que ele existe, mas quase ninguém sabe como é.

A primeira ideia que vem na cabeça das pessoas quando se menciona o Canadá é neve e frio.

Eu lembro que quando eu decidi imigrar para o Canadá muita gente disse que eu ia morrer de frio e outros não entendiam o por quê dessa escolha. Era como se eu tivesse optando virar pinguim no polo norte 🙂

Mas eu não estava dando um “tiro no escuro”, eu sabia bem para onde eu estava indo. Antes de vir para o Canadá eu pesquisei muito e descobri o seguinte:

  • O Canadá é um dos países que mais recebem imigrantes do mundo!
  • O sistema de imigração deles seleciona profissionais qualificados com fluência do inglês e/ou francês.
  • O governo classifica as profissões de acordo com o NOC (National Occupation Classification) e o bom para imigração é estar no NOC A, B ou O.
  • A maior parte do Canadá faz muito frio no inverno, mas é quente no verão e possui as quatro estações bem definidas.
  • Vancouver e Victoria são as duas cidades mais quentes do país, sendo Vancouver famosa pela temperatura amena. Nunca é muito fria e nunca é muito quente.
  • O Canadá não tem estados, aqui tem províncias e territórios, são 10 províncias e 3 territórios. A maior diferença entre províncias e territórios é que as províncias foram criadas por um ato constitucional em 17 de abril de 1982 e os territórios pela lei federal.
  • Todas as províncias falam inglês com a exceção de Quebec, cuja primeira língua é o francês e New Brunswick, que fala tanto o francês quanto o inglês.
  • A maioria dos brasileiros que falam inglês optam por morar em Ontário, British Columbia e Alberta. Já os brasileiros que não falam inglês e querem imigrar vão sempre pra Quebec.

Essas eram as informações que eu tinha antes de vir. Vamos agora o que eu descobri depois que eu cheguei:

  • O inglês daqui é mais americano, não tem nada de britânico.
  • Tem muitas vagas de emprego, mas as empresas sempre vão dar preferência a quem já tenha uma experiência canadense porque eles confiam mais nas pessoas que já conheçam o ambiente de trabalho local. Tem muito haver com comportamento.
  • Para toda vaga de emprego a gente tem que enviar cv e cover letter, que é uma carta falando de suas experiências e objetivos.
  • Os melhores empregos não estão nos sites de busca de emprego, mas na referência de amigos, familiares, colegas e conhecidos. O famoso networking.
  • É difícil conseguir o primeiro trabalho – a não ser que você seja TI developer – mas depois do primeiro emprego as portas se abrem.
  • A rainha da Inglaterra é a rainha do Canadá.
  • O sistema de saúde tem suas falhas, mas, no geral, funciona muito bem.
  • Os canadenses de uma maneira geral são educados e receptivos. Isso você já sente no aeroporto.
  • A arquitetura daqui é mais europeia, não se parece nada com a Flórida, que eu morei 8 anos.
  • Aqui tem muitos asiáticos, principalmente indianos, chineses e coreanos.
  • O esporte que abala o emocional dos canadenses é o hockey, pelo menos aqui em British Columbia.
  • Os canadenses são super conscientes da saúde e é difícil encontrar alguém gordo. Eles sempre fazem trilhas e caminhadas, seja na chuva, na neve ou no sol.
  • É um país lindíssimo! Vale a pena vir, nem que seja só pra conhecer 🙂

Pensando em vir para o Canadá? Entre em contato comigo ou participe da comunidade Imigração Canadá no whatsapp.

Até o próximo post!

Renata Go North
Renata Go NorthPublicitária, designer e blogueira
Renata é consultora regulamentada de imigração, bacharel em Comunicação Social, especialista em Design Digital, blogueira por diversão, esposa e mãe.